Uma simples partida de xadrez [07.10.10]

xadrez-azulAs duas entidades conversavam tranquilamente em um lugar onde o contínuo espaço-tempo e as dimensões conhecidas não significavam nada e o infinito apenas fazia parte da decoração da sala.

– Ouvi dizer que suas crianças aprontaram uma de suas peraltices costumeiras. Estavam sem o que fazer e criaram um tal de Big Bang. Espalharam tanta coisa por aí, que levará eons para se juntar tudo novamente.
– Deixe tudo como está. Vai que alguém use alguma coisa.
– Podíamos voltar no tempo e arrumar tudo.
– Não. A última vez que fiz isso criei um paradoxo que me persegue até hoje. E ele vive me dizendo que as crianças fizeram uma bagunça danada.
– Bem, pelo menos é mais desafiador jogar xadrez consigo mesmo, não é?
– …

Anúncios

Agradeço o comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s