Resenha: Antologia Cósmica

antologia_cosmica_2edTítulo Original:

Antologia Cósmica, 1981 (PT-BR).

Conteúdo:

1) A Guerra dos Mundos (script radiofônico);
2) Primeiro Contato;
3) Homo Sol;
4) Missão de Salvamento;
5) Berom;
6) Viagem às Fronteiras do Infinito.

Opinião:

Esta coletânea organizada por um brasileiro, Fausto Cunha, conhecido por suas obras de FC nos anos 60 a 80, traz o melhor de histórias espaciais da era de ouro, além do raro script original do famoso radialista Orson Welles. O livro se propõe a trazer os melhores contos relativos ao primeiro contato com seres de outras galáxias, e o faz de forma magistral.

1) Esse é o script da conhecida história de invasão marciana. Do jeito que é transmitida, com seus detalhes e provável sonoplastia, é bem fácil acreditar que aquilo realmente estava acontecendo. Ainda mais pelo meio de comunicação da época ser praticamente apenas o rádio. Quase verossímil.

2) Apenas um adjetivo define este conto: genial! O enredo gira em torno de uma expedição terrestre enviada para estudar e fotografar a Nebulosa de Caranguejo e sua incrível luminosidade. Dentro de seu quadrante, acabam descobrindo que outra nave está realizando o mesmo – uma nave alienígena, tanto para eles quanto para os outros. Desenrola-se um impasse. Nenhum dos lados deseja começar uma guerra interestelar, pois a troca de informação entre as civilizações seria de grande ganho, mas também não podem fugir, pois revelariam as coordenadas de seu planeta natal. A única saída é um destruir a nave do outro. O desfecho define bem o adjetivo. Um raríssimo conto otimista do gênero.

3) Um conto inusitado onde a Terra recusa o convite para ingressar na Confederação Galáctica, formada por humanoides de todos os tipos. Devido a isso, uma equipe de vários psicólogos, representantes de seus planetas, embarca em uma expedição para entender as atitudes humanas. A reviravolta final, apesar de não surpreender, leva a uma boa reflexão. Um humor acima da média, com toques de sarcasmo e ironia. Divertido.

4) Falando em raridades, eis outro conto otimista. Um conjunto de civilizações avançadas descobre que o sistema solar deixará de existir em algumas horas, devido aos suspiros finais de seu sol. Uma expedição se encarrega de resgatá-los. Ao chegar à Terra, porém, encontram tudo de forma deserta e abandonada. O conto gira em torno desse suspense sobre onde a humanidade realmente está. Um grande e irônico final.

5) Uma supercivilização desce ao planeta e está convencida de que poderão se comunicar sem problemas com a humanidade. No entanto, acabam por dizer apenas uma palavra desconhecida: BEROM. O que significa? O conto inicia em um processo perante um júri militar, desenvolve um ótimo suspense e demonstra a conhecida estupidez humana, para encerrar de súbito. Felizmente o pós-final explica muita coisa e deixa um bom espaço para a imaginação.

6) Texto de autoria do próprio organizador, onde traz a primeira viagem dos seres humanos para fora do sistema solar. O conto tem um tom muito bem humorado, em parte pelo comandante da expedição. Mas isso muda quando encontram um objeto gigante na vizinhança de Plutão. Devem examiná-lo ou seguir adiante? Um conto muito reflexivo, para fechar com chave de ouro.

Veredicto:

Fazia tempo que não pegava em mãos uma antologia tão boa. Pena que ainda não foi reeditada. Então, se não conseguir o livro em sebos, lamento. Uma joia rara que não perdeu seu valor.

Nota:

5/5

Curiosidade: chegou a sair uma resenha desta antologia em jornal de época (07/03/81). Para visualizar, apenas clique nos links.

Parte 1
Parte 2

Anúncios

Agradeço o comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s